Well… now you need to change n file in the \Windows\System32 folder and the system says “you need permission ..” but, man! you’r the admin!!!! Let’s force the windows … go ninjas go!

Follow this:

Go to the  \Windows folder and click right button on the “System32” folder. Choose:

 – Properties
– Properties of System32, and click “Advanced “

In the “Advanced Security Settings System32”, click the owner tab and  “Edit”

In this window (with the same name) “Advanced Security Settings System32” click in “Administrators (YourAccount\Administrators)”, check the “Replace owner on sub-containers and objects” and click “Ok”.

At this point, the folder owner became the Administrator user and all accounts with the same power (including yours, of course)
Close all windows that were open until only the initial window (“Properties System32”) , and in this window, in the “Security” tab , click the “Edit”.

In the “Permissions for System32″ select the ” Administrators ( YourAccountName\Administrators)” , check the box account “Full Control” (all permissions will be marked by selecting this option) and click “Ok”
Click “Ok” from System32 Properties to finish.

Ready . Enjoy with caution full access to System32 folder .

#Edit: After doing the “fixes” above , it may be that the system doesn’t give you permission to modify specific files… to solve, just click right on the file, go to Properties – > Security – > Edit (for change permissions)… in the window that opens, click Add, enter your username and click OK in the Permissions window, click your user and check the “Full Control” box.

Bingo! Win the chicken and Badows lost control… (6)

Sorry for the poor translation

roteadorDica rápida pra quem precisa ampliar o alcance do sinal WiFi seja por qual for o motivo… aqui estou utilizando como repetidor um roteador TP-Link 150mbps modelo TL-WR720N, que supre completamente minhas necessidades…
Mãos à obra: entre na configuração do seu roteador (normalmente, o IP para acesso é o 192.168.1.1, o usuário é “admin” e a senha é “admin”, porém, varia de modelo para modelo… verifique o seu na caixa ou embaixo do aparelho).
Após o acesso às configurações, vamos aos parâmetros:

1 – Caso o seu roteador tenha o mesmo endereço de IP do modem, você vai precisar alterar o IP do roteador… caso não saiba, altere por precaução…
1.1 – Acesse a guia “LAN” e em “IP Adress” altere o número para 192.168.3.1 (deixe este número anotado em algum lugar… de preferencia em uma etiqueta no próprio roteador).
2 – Vá em Wireless e habilite a opção “Enable WDS”, para criarmos a ponte de comunicação entre o modem wifi e o roteador.
3 – Clique no botão “Search” (ou “Procurar”, conforme o caso) para localizar a rede que iremos repetir…
4 – Após selecionar a rede, automaticamente os campos SSID e MAC serão preenchidos (o seu roteador será um clone do modem após reiniciar)…
5 – Digite a senha do ponto principal no campo “Password”

Agora um dos pontos mais importantes: o DNS principal da conexão: Vamos DESABILITAR o DNS do roteador para pegar o DNS do Modem.

6 – Clique em DHCP Settings, “Disable”, Salve a configuração e clique para reiniciar o roteador.
7 – Se não tiver macumba nenhuma rodando por sua conexão, Bingo! Você ganhou um frango e uns metros a mais de alcance de seu WiFi… se tiver, cara… na boa, isso aqui funciona em todo lugar… só pra você que não rsrs

Dica: É interessante mudar o nome (SSID) do repetidor para não confundir com o ponto principal, assim, você saberá exatamente de onde está acessando, evitando confusão.

Atenção: Após aplicar esta configuração, você não terá mais acesso à configuração do roteador via IP, sendo necessário resetá-lo para acessar as configurações novamente…

A consultoria de segurança IntelCrawler emitiu um alerta global sobre uma nova rede de zumbis composta por terminais POS, as populares “maquininhas de cartão.

virus_no_pcA operação criminosa infectou cerca de 1.500 terminais de pontos de venda (POS), ferramentas de gestão contábil para varejo e de back-office. Foram 36 países afetados, incluindo EUA, Brasil, Portugal, Espanha, Reino Unido, China e Rússia.

Apelidada de Nemanja, a botnet está baseada na Sérvia e foi idealizada para trabalhar em múltiplas plataformas, maximizando o potencial de infecção.

A IntelCrawler identificou pelo menos 25 diferentes programas usados nesses sistemas. Uma lista dos sistemas pode ser encontrada no blog da empresa.

Além da capacidade de recolher dados de cartão de crédito, o malware pode gravar as informações inseridas pelo teclado e contidas nos cartões, como senhas e credenciais. Com essas informações, os criminosos podem atacar as finanças pessoais dos usuários.ZombieKidcolored-1

Segundo a consultoria, a expectativa é de que os ataques a sistemas de gerenciamento do varejo cresçam exponencialmente, em especial pela conectividade constante dos terminais, que facilitam a captura das máquinas em redes zumbis, sob o controle de cibercriminosos.

lad1Pois bem… esses dias, um amigo de trabalho teve um notebook roubado de dentro do carro da empresa: enquanto ele atendia um cliente, forçaram a porta do carro e levaram a mochila com o notebook dentro… azar? Pode ser… mas tem solução? Infelizmente não, neste caso não. Por outro lado, existe a possibilidade da preventiva quanto a este tipo de problema, e um software que cumpre o papel é o Prey, aplicativo GRÁTIS com suporte nos principais sistemas operacionais (Windows/Linux/Mac e Android) que permite o rastreio de notebooks (e PCs, porque não?) SEM a necessidade de ter um GPS na máquina, bastando uma conexão com a internet.

ATENÇÃO!!

Eu disse “principais sistemas operacionais” e também disse “rastreio de PCs e Notebooks”, porém, seu celular/tablet/phablet com ANDROID também tem suporte, mas falarei disso em outro post!!

Pra quem ainda não conhece, o Prey é, simplesmente, um dos aplicativos antifurto (anti-theft) mais famosos do mercado, e bem simples de ser usado: faça download dele no Portal Prey Project, e siga os passos abaixo:

type_preyNew Users:

Para criar uma nova conta no Prey e tornar o “monitoramento” possível, após abrir o instalador e iniciar o “Setup Prey Account”, marque a opção “New user” e clique em “Next”. Você irá criar uma conta no Prey com seu Nome, Endereço de Email, Senha, Nome do Dispositivo e Tipo (estou instalando em um Notebook, então vou escolher a opção “Laptop”).

Lembre-se: O programa vai enviar dados de rastreio para o seu endereço de email, ou seja, USE UM ENDEREÇO DE EMAIL VÁLIDO!!!

– Depois de instalado, #partiu configurar o programa… abra o “Configure Prey”, escolha a opção “Manage Prey settings” e habilite o “wifi autoconect”… esta opção irá permitir por padrão que o seu computador se conecte automaticamente ao access point mais próximo, quando não houver conexões disponíveis.

Habilite também o “Enable guest account”… esta opção irá permitir que usuários acessem seu computador sem usar uma senha… pode parecer perigoso, mas é a isca perfeita para se conseguir informações úteis sobre quem pegou o seu aparelho.

Depois de marcar tudo, clique em “Apply” para aplicar as alterações.

Configurações DO COMPUTADOR feitas, vamos configurar o programa:

Abra o Portal Prey (use seu navegador preferido e acesse http://panel.preyproject.com … e entre com a sua conta.

Não vou citar item por item do que deve ou não ser marcado, pois o sistema é bem intuitivo… marque as opções e não se esqueça de clicar para Salvar as Alterações.

Depois de tudo salvo, se quiser descobrir se ficou realmente seguro, faça o teste… empreste seu notebook pra alguém e com outro PC acesse o portal Prey com a sua conta… no menu Principal, tem a opção “Ok … Missing” … coloque a chavinha em “Missing” e comece a receber relatórios de 10 em 10 minutos (eu configurei assim)… o relatório, fotos e informações poderão ser impressos e usados pela polícia, caso o seu computador não apareça antes…

lad4

Dica: Windows XP, Vista e 7 conectam na internet apenas depois de feito o login. O Windows 8 se conecta antes, tanto via cabo quanto via Wifi, ou seja, compensa atualizar o sistema.. Quanto ao Mac, eu nem preciso falar nada, pois acho muito difícil existir no mundo um ladrão que saiba formatar (ou mesmo usar) um Mac rsrs e ele também costuma conectar antes do login… idem pra maioria dos Linux (Ubuntu incluso aqui)…  Alguém perdeu um notebook aí?lad3

ImagemAí você resolve atualizar o Sistema Operacional, instala o Win8… atualiza pro 8.1, começa a instalar os seus programas favoritos e… pouts! A maldita tela azul que acompanha os ruindows desde os primórdios surge bem no meio da tua fuça… e agora? Você não sabia que o programa que instalou não era compatível com a nova versão do seu Windows, afinal, ele funcionava no Win2000, no XP, no Vista e até no Win7!!!

Oque aconteceu?

Simples: o programa, para tentar a execução, precisa alterar alguns arquivos de sistema e, como o conteúdo dos arquivos do novo SO (sistema operacional) é diferente do conteúdo dos arquivos de sistemas antigos (assuma: o Windows7 é antigo), seu computador começa a travar e pode, inclusive apresentar a temida bluescreen of death… que fera =) 

Caso você não seja masoquista computacional (eles existem e eu ainda vou postar algo sobre eles), a correção do problema é simples… #Partiu?

Pra começar, precisamos voltar os arquivos do sistema que foram alterados após a instalação do prog conflitante para as configurações originais… #boralá?

Inicie seu Windows, vá para a área de trabalho e pressione Ctrl+Alt+Del;

Abra o Gerenciador de Tarefas, clique no menu “Arquivo” e escolha a opção “Executar nova tarefa“.

No “Executar Nova Tarefa”, usaremos o nosso bom e velho “cmd”:

Digite cmd.exe, marque a caixa “Criar esta tarefa com privilégios administrativos” e clique em Ok.

Na janela de comando (cmd) que abriu, digite:

sfc /scannow 

Note que existe um espaço entre o comando “sfc” e a opção “/scannow”, respeite isso!

Independente da velocidade de seu computador, este processo pode ser um pouco lento… acho que até dá tempo de tomar um café…

Depois da execução do comando sfc, reinicie o computador. Se os danos não foram tão problemáticos e os conflitos puderam ser resolvidos, o seu sistema deve voltar a funcionar normalmente… agora vem o passo principal:

DESINSTALE O PROGRAMA QUE CAUSOU O CONFLITO !!!! 

… para desinstalar, você pode usar o tradicional “Adicionar ou Remover Programas” do Painel de Controle ou ser mais esperto e usar o CCleanner, programa que comentei no post anterior, para desinstalar o programa…

Normalmente, conflitos que causam a bluescreen ou mesmo a blackscreen (as duas são ruins, mas a azul é apelidada de “Tela Azul da Morte”, então ela deve ser um pouco pior) são causados por programas que não são compatíveis com o sistema operacional que você está usando, ou seja, um software que roda em WinXP, não necessariamente vai funcionar no Win7… menos ainda no Win8… cuidado!

Mas se mesmo assim, você precisa muuuuuito deste programa, TALVEZ não precise procurar um outro similar (se é que o seu programa já não tem uma versão compatível com o novo SO da Microsoft)… alguns programas oferecem a opção de “compatibilidade” com versões mais antigas. Para descobrir se o seu prog tem isso, faça o seguinte:

Clique com o botão direito no instalador do programa (ou seu executável, conforme o caso)

Selecione a aba “Compatibilidade”

Marque a caixa “Executar este programa em modo de compatibilidade:”

Na lista que foi habilitada com a marcação da caixa, selecione a versão do Windows que você rodava o programa, e clique em Ok.

Agora, é só instalar (ou executar, se for só um executável) o seu programa… o Windows se encarregará de permitir alteração apenas nos arquivos necessários ao bom funcionamento do programa, eliminando baixando as probabilidades de ocorrer novamente um BlueScreen bonitinha.

#Recomendação: Procure instalar APENAS versões de programas que oferecem compatibilidade com o seu sistema operacional atual. Rodar/instalar programas em modo de compatibilidade com versões antigas do Windows pode causar algumas falhas de registro, que com o tempo tornarão seu computador lento e com alguns bugs a serem corrigidos para um correto funcionamento.

Outras dicas, em breve… tem um monte de solicitações aqui e estou filtrando as mais importantes/pedidas…

… pois bem, todo técnico que se presa DEVE ter suas ferramentas de trabalho favoritas, dentre elas, um bom pendrive, um conjunto de chaves de fenda, fita isolante, solda elétrica, etc… mas muitos esquecem da parte lógica da coisa, sim! Os programas que auxiliam e muito em muitos problemas encontrados no dia-a-dia. Se você tem uma grana pra gastar com softwares pagos, escolha os seus e compre-os, agora, se não quer gastar comprando programas que serão instalados, desinstalados, testados e blábláblá, a galera da Piriform (http://www.piriform.com/) disponibiliza programas muito úteis para dar aquela otimizada no computador de seu cliente. Vale salientar que todos os programas da Piriform existem na versão Grátis (sem suporte) e Paga (com suporte). Os programas são:

ImagemCcleanner – O Famoso procurador de erros e apagador de lixo: O computador está cada vez mais lento, mais carregados de porcarias, dll’s aos baldes e milhares de erros de registro, com programas que já foram desinstalados fazendo referência a alguma extensão de arquivo (ou vice-versa). Com o Ccleanner, você consegue fazer a faxina geral, muitas vezes excluindo a necessidade de formatar o PC. Tem também opções para desinstalar e/ou tirar determinado programa do registro do Windows, bem como escolher os programas que iniciam junto com o sistema (tornando-o mais lento). Ótima ferramenta! Link para download.. .aqui!

ImagemRecuva – O Recuperador de arquivos: Sem querer, você apagou os arquivos do pendrive, e, se leu direitinho o aviso do Windows, os arquivos não foram para a lixeira… o Recuva, simplesmente grita “Pegadinha do Malandro!!”… com ele você consegue recuperar arquivos deletados do HD, Pendrives e outros dispositivos de armazenamento de forma rápida (se não for um HD de 500mb) e segura. Caso o arquivo não seja recuperável, o próprio programa vai informar, evitando assim possíveis memory crash’s. Muito fácil e intuitivo, inclusive com um “Wizard” que o auxilia na melhor opção para recuperar seus arquivos… Dica: Crie uma pasta específica no seu HD para salvar os arquivos que serão recuperados, assim você evita reescrever a tabela onde ele se encontra, inutilizando o mesmo… Link para download… aqui!

ImagemDefraggler – O Verdadeiro Desfragmentador: Tem praticamente as mesmas funções do desfragmentador nativo do Windows, porém, com mais aprimoramentos e capacidades… na instalação deste programa, inclusive, é possível substituir o inutilizado Defrag do Windows por ele… programa que dispensa maiores comentários, além de manter a facilidade de uso dos programas da Piriform… Link para download… aqui!

ImagemSpeccy – O Monte Everest na sola do teu mouse: O PC foi formatado e eu não tenho a mínima idéia de quais são os componentes existentes nele (placa de som, video, tipo de memória, etc..)… quem nunca? O Speccy faz a função do famoso e caro Everest, vasculhando inclusive a disponibilidade de slots em sua motherboard. Outro que não precisa de mais comentários. Link para download…. aqui!

… todos estes são ótimas ferramentas, muito úteis na hora de resolver problemas de velocidade, erros constantes e muitos outros… e se você reparou que eu não falei de nenhum antivirus da Piriform, relaxe! É porque eles não tem antivirus o.O … porém, outro grátis com ótimos recursos é o AVAST, que além de manter o computador seguro, ainda tem a opção de monitoramento (sim, também na versãImagemo grátis)… funciona assim: você registra a sua versão gratis – pode usar email ou agilizar com o facebook mesmo, e, na interface do programa, encontra a opção “Aparelhos”, onde são listados todos os aparelhos onde você instalou o antivirus, o status de cada computador (atualizado, não atualizado, com versão antiga), bem como pode nomear cada um dos computadores para seu próprio controle,.. muito interessante, e claro, muito útil também. Download aqui!

Imagem… pensando bem, não há outro diagnóstico: A sociedade humana é doente. Para estar bem, para se sentir organizada, ela precisa rotular e catalogar as pessoas, não apenas como seres humanos, mas pela sua classe social, cor, sexo, e por uma série de coisinhas tão ridículas, que se tornam fundamentais para decidir o destino do mundo. Não entendeu? A explicação é bem simples, e os exemplos estão presentes em cada momento de nossas vidas.

Uma ótima oportunidade pra quem se acha inferior, seja por ter a cor da pele diferente dos demais ou seja por não ter a mesma opção sexual dos demais. A sociedade te classificou como “minoria”, afinal, a grande maior parte dos humanos é diferente de você e somente alguns tem as mesmas características… logo, minoria. Mas oque te faz realmente diferente da “maioria”? Você também é humano e não parece entender… Mulher?

Ótimo… você nasceu mulher e é considerada “o sexo frágil”… mas… não são frágeis? Existem muitas mulheres mais fortes que eu, que facilmente me pegariam no colo e jogariam janela a fora, mas… opa… falei novamente em minoria? “Sexo frágil” é apenas um jargão chulo, referindo-se a estrutura muscular da mulher, que na maioria das vezes é menor que a estrutura muscular do homem, isso é o milagre da genética, que não te impossibilita de fazer as mesmas atividades, e, lógico, ter os mesmos direitos de um homem, porém, muitas vezes com um pouco mais de esforço (pra fazer este comentário, estou considerando apenas a força braçal)… mas você não tem a mesma religião que eu…

Como assim? Evangélico?? e por isso acredita que ninguém mais no mundo acredita em Deus, a não ser as pessoas que também são evangélicas… mais uma minoria (ou não), portanto, mais um direito a cota na universidade? Acho que não… Negro?

Olha que legal: você tem descendência africana, por isso a cor da sua pele não é igual à minha… por isso, apesar de você ser muito mais inteligente que eu, você não pode frequentar os mesmos lugares, muito mesmo a mesma Universidade que eu. Eu consegui entrar porque sou branquelo, e não porque me esforcei um pouco mais que você nos estudos. Consegui entrar porque meu pai é médico e eu não precisava trabalhar o dia todo pra pagar as contas no final do mês… mas… péraí… meu pai não é médico e… sim! Eu trabalho o dia todo pra pagar as contas no final do mês… então, (usando regras simples de matemática), positivo com negativo dá negativo, e só sobrou a diferença entre a cor de nossas peles… e o esforço a mais ou a menos que tivemos… mas não, como você é minoria, necessariamente você precisa entrar no sistema de cotas, pois você é injustiçado por você mesmo, que não se esforçou como deveria.

E você, que é homossexual, bissexual, heterossexual ou assexuado… em que você é diferente das demais pessoas? Apesar de todo o lixo que colocaram em sua cabeça, você também é simplesmente humano, como qualquer outra pessoa… opção sexual não torna você diferente, torna? Você não sonha em ter um “par”? Tudo bem…

Se sentir melhor que qualquer outra pessoa é babaquice. Ninguém é melhor que ninguém. Se você se acha superior a alguém, você é somente um babaca. Se você se acha inferior a alguém, você é mais babaca ainda!

Este tal “sistema de Cotas”, independente de ser para negros, brancos, gays, pobres, ou seja lá pra quem for, é apenas a confirmação de que há diferenças na sociedade, que simplesmente não enxerga as pessoas como humanas e tem a necessidade de classificar, rotular e titular cada tipo genético, tornando-o igual à maioria ou jogando-o no balde da tal minoria, que você insiste em se incluir.

O racismo começa dentro de você. Se você sente a necessidade de um tratamento “VIP” por se sentir diferente, seja por sua “raça”, seja por sua “espécie” ou seja por sua “opção sexual”, pense bem: você não está sendo, de certa forma, racista? Porque você precisa de um tratamento diferenciado e os demais não? Chega de olhar pro próprio umbigo! Aceite-se como você é e se ninguém te aceitar, não vá atrás de um “tratamento diferenciado”. Simplesmente mostre que você consegue. Mostre que você pode muito mais, mas antes de tudo, aceite-se como você é, e não se sinta melhor que qualquer outra pessoa. Sinta-se igual, porém, com mais vontade de viver.