Arquivo da categoria ‘Dicas’

Daí você instalou o AVAST, usou por um bom tempo, ou por alguns minutos e resolveu desinstalar porque tava travando tudo, tava deixando o PC lento, enfim, tava zuando tudo e você resolveu querer de volta o Windows Defender… aí, quando foi clicar pra abrir o antivirus da Windows descobriu que  oque abre é a pasta System32… #BruxariaIsso? oque fazer? Dependendo do caso, é bem simples:

  1. Como ADMINISTRADOR, abra o Prompt de Comando (cmd)defender
  2. Digite: sc start WinDefend Enable

Pronto =) Agora é só reiniciar o computador, abrir e atualizar novamente o seu Windows Defender, que, por sinal, ficou bem mais leve e efetivo que o AVAST, no Windows8…

Anúncios

Well… now you need to change n file in the \Windows\System32 folder and the system says “you need permission ..” but, man! you’r the admin!!!! Let’s force the windows … go ninjas go!

Follow this:

Go to the  \Windows folder and click right button on the “System32” folder. Choose:

 – Properties
– Properties of System32, and click “Advanced “

In the “Advanced Security Settings System32”, click the owner tab and  “Edit”

In this window (with the same name) “Advanced Security Settings System32” click in “Administrators (YourAccount\Administrators)”, check the “Replace owner on sub-containers and objects” and click “Ok”.

At this point, the folder owner became the Administrator user and all accounts with the same power (including yours, of course)
Close all windows that were open until only the initial window (“Properties System32”) , and in this window, in the “Security” tab , click the “Edit”.

In the “Permissions for System32″ select the ” Administrators ( YourAccountName\Administrators)” , check the box account “Full Control” (all permissions will be marked by selecting this option) and click “Ok”
Click “Ok” from System32 Properties to finish.

Ready . Enjoy with caution full access to System32 folder .

#Edit: After doing the “fixes” above , it may be that the system doesn’t give you permission to modify specific files… to solve, just click right on the file, go to Properties – > Security – > Edit (for change permissions)… in the window that opens, click Add, enter your username and click OK in the Permissions window, click your user and check the “Full Control” box.

Bingo! Win the chicken and Badows lost control… (6)

Sorry for the poor translation

lad1Pois bem… esses dias, um amigo de trabalho teve um notebook roubado de dentro do carro da empresa: enquanto ele atendia um cliente, forçaram a porta do carro e levaram a mochila com o notebook dentro… azar? Pode ser… mas tem solução? Infelizmente não, neste caso não. Por outro lado, existe a possibilidade da preventiva quanto a este tipo de problema, e um software que cumpre o papel é o Prey, aplicativo GRÁTIS com suporte nos principais sistemas operacionais (Windows/Linux/Mac e Android) que permite o rastreio de notebooks (e PCs, porque não?) SEM a necessidade de ter um GPS na máquina, bastando uma conexão com a internet.

ATENÇÃO!!

Eu disse “principais sistemas operacionais” e também disse “rastreio de PCs e Notebooks”, porém, seu celular/tablet/phablet com ANDROID também tem suporte, mas falarei disso em outro post!!

Pra quem ainda não conhece, o Prey é, simplesmente, um dos aplicativos antifurto (anti-theft) mais famosos do mercado, e bem simples de ser usado: faça download dele no Portal Prey Project, e siga os passos abaixo:

type_preyNew Users:

Para criar uma nova conta no Prey e tornar o “monitoramento” possível, após abrir o instalador e iniciar o “Setup Prey Account”, marque a opção “New user” e clique em “Next”. Você irá criar uma conta no Prey com seu Nome, Endereço de Email, Senha, Nome do Dispositivo e Tipo (estou instalando em um Notebook, então vou escolher a opção “Laptop”).

Lembre-se: O programa vai enviar dados de rastreio para o seu endereço de email, ou seja, USE UM ENDEREÇO DE EMAIL VÁLIDO!!!

– Depois de instalado, #partiu configurar o programa… abra o “Configure Prey”, escolha a opção “Manage Prey settings” e habilite o “wifi autoconect”… esta opção irá permitir por padrão que o seu computador se conecte automaticamente ao access point mais próximo, quando não houver conexões disponíveis.

Habilite também o “Enable guest account”… esta opção irá permitir que usuários acessem seu computador sem usar uma senha… pode parecer perigoso, mas é a isca perfeita para se conseguir informações úteis sobre quem pegou o seu aparelho.

Depois de marcar tudo, clique em “Apply” para aplicar as alterações.

Configurações DO COMPUTADOR feitas, vamos configurar o programa:

Abra o Portal Prey (use seu navegador preferido e acesse http://panel.preyproject.com … e entre com a sua conta.

Não vou citar item por item do que deve ou não ser marcado, pois o sistema é bem intuitivo… marque as opções e não se esqueça de clicar para Salvar as Alterações.

Depois de tudo salvo, se quiser descobrir se ficou realmente seguro, faça o teste… empreste seu notebook pra alguém e com outro PC acesse o portal Prey com a sua conta… no menu Principal, tem a opção “Ok … Missing” … coloque a chavinha em “Missing” e comece a receber relatórios de 10 em 10 minutos (eu configurei assim)… o relatório, fotos e informações poderão ser impressos e usados pela polícia, caso o seu computador não apareça antes…

lad4

Dica: Windows XP, Vista e 7 conectam na internet apenas depois de feito o login. O Windows 8 se conecta antes, tanto via cabo quanto via Wifi, ou seja, compensa atualizar o sistema.. Quanto ao Mac, eu nem preciso falar nada, pois acho muito difícil existir no mundo um ladrão que saiba formatar (ou mesmo usar) um Mac rsrs e ele também costuma conectar antes do login… idem pra maioria dos Linux (Ubuntu incluso aqui)…  Alguém perdeu um notebook aí?lad3

ImagemAí você resolve atualizar o Sistema Operacional, instala o Win8… atualiza pro 8.1, começa a instalar os seus programas favoritos e… pouts! A maldita tela azul que acompanha os ruindows desde os primórdios surge bem no meio da tua fuça… e agora? Você não sabia que o programa que instalou não era compatível com a nova versão do seu Windows, afinal, ele funcionava no Win2000, no XP, no Vista e até no Win7!!!

Oque aconteceu?

Simples: o programa, para tentar a execução, precisa alterar alguns arquivos de sistema e, como o conteúdo dos arquivos do novo SO (sistema operacional) é diferente do conteúdo dos arquivos de sistemas antigos (assuma: o Windows7 é antigo), seu computador começa a travar e pode, inclusive apresentar a temida bluescreen of death… que fera =) 

Caso você não seja masoquista computacional (eles existem e eu ainda vou postar algo sobre eles), a correção do problema é simples… #Partiu?

Pra começar, precisamos voltar os arquivos do sistema que foram alterados após a instalação do prog conflitante para as configurações originais… #boralá?

Inicie seu Windows, vá para a área de trabalho e pressione Ctrl+Alt+Del;

Abra o Gerenciador de Tarefas, clique no menu “Arquivo” e escolha a opção “Executar nova tarefa“.

No “Executar Nova Tarefa”, usaremos o nosso bom e velho “cmd”:

Digite cmd.exe, marque a caixa “Criar esta tarefa com privilégios administrativos” e clique em Ok.

Na janela de comando (cmd) que abriu, digite:

sfc /scannow 

Note que existe um espaço entre o comando “sfc” e a opção “/scannow”, respeite isso!

Independente da velocidade de seu computador, este processo pode ser um pouco lento… acho que até dá tempo de tomar um café…

Depois da execução do comando sfc, reinicie o computador. Se os danos não foram tão problemáticos e os conflitos puderam ser resolvidos, o seu sistema deve voltar a funcionar normalmente… agora vem o passo principal:

DESINSTALE O PROGRAMA QUE CAUSOU O CONFLITO !!!! 

… para desinstalar, você pode usar o tradicional “Adicionar ou Remover Programas” do Painel de Controle ou ser mais esperto e usar o CCleanner, programa que comentei no post anterior, para desinstalar o programa…

Normalmente, conflitos que causam a bluescreen ou mesmo a blackscreen (as duas são ruins, mas a azul é apelidada de “Tela Azul da Morte”, então ela deve ser um pouco pior) são causados por programas que não são compatíveis com o sistema operacional que você está usando, ou seja, um software que roda em WinXP, não necessariamente vai funcionar no Win7… menos ainda no Win8… cuidado!

Mas se mesmo assim, você precisa muuuuuito deste programa, TALVEZ não precise procurar um outro similar (se é que o seu programa já não tem uma versão compatível com o novo SO da Microsoft)… alguns programas oferecem a opção de “compatibilidade” com versões mais antigas. Para descobrir se o seu prog tem isso, faça o seguinte:

Clique com o botão direito no instalador do programa (ou seu executável, conforme o caso)

Selecione a aba “Compatibilidade”

Marque a caixa “Executar este programa em modo de compatibilidade:”

Na lista que foi habilitada com a marcação da caixa, selecione a versão do Windows que você rodava o programa, e clique em Ok.

Agora, é só instalar (ou executar, se for só um executável) o seu programa… o Windows se encarregará de permitir alteração apenas nos arquivos necessários ao bom funcionamento do programa, eliminando baixando as probabilidades de ocorrer novamente um BlueScreen bonitinha.

#Recomendação: Procure instalar APENAS versões de programas que oferecem compatibilidade com o seu sistema operacional atual. Rodar/instalar programas em modo de compatibilidade com versões antigas do Windows pode causar algumas falhas de registro, que com o tempo tornarão seu computador lento e com alguns bugs a serem corrigidos para um correto funcionamento.

Outras dicas, em breve… tem um monte de solicitações aqui e estou filtrando as mais importantes/pedidas…

Sentado, separando uns CDs antigos, encontrei mais um clássico: Full Throttle, lançado por volta de 1995, este super game tem a história focada em Ben, líder de uma gangue de motoqueiros de um futuro apocalíptico, desértico e rochoso, bem no estilo MadMax, com belos desenhos (para a época), ótima jogabilidade e uma história intrigante, empolgante e cheia de enigmas e desafios a serem vencidos, além, é claro, de belas brigas entre motoqueiros, corridas de demolição e até um avião prestes a cair em um abismo… tudo embalado por um Rock’n’Roll pesado, sujo e grosseiro de uma banda chamada “The Gone Jackals”, teve seus 5 minutos de fama graças ao game, que aproveitou o álbum “Bone to Pick” inteiro no jogo.Full Throttle

Tudo começa quando Ben e sua gangue estão descendo a Rodovia 9, no meio do deserto, quando avistam uma limusine branca e, simplesmente passam por cima dela, destruindo um pequeno ornamento que simbolizava a limusine, na frente do capô.

Excitados com o acontecimento, os passageiros do carro logo descobrem que se tratava dos Polecats e seu líder, Ben, que pararam para relaxar no “Kick Stand Bar”, lugar onde mais tarde encontrariam Malcolm Corley, fundador da última fábrica de motos ainda em atividade no país, a Corley Motors…

Um integrante da gangue está conversando com Bem sobre dinheiro, dizendo que a coisa tá feia e blábláblá… Bem diz pra não se preocupar e, de repente, Sr Malcolm entra no bar perguntando quem teria passado por cima do seu carro. Ben se identifica, e em poucos minutos já estão conversando sobre motos. Malcolm fala sobre seu passado e suas aventuras como motoqueiro, e Ben fica impressionado em saber que estava conhecendo o dono da Corley e o jogo começa por aqui, quando o vice-presidente da Corley, Adrian Ripburger entra no bar e sugere emprego para os Polecats como seguranças em um evento, Ben recusa dizendo que eles não fazem este tipo de serviço (afinal, são motoqueiros sem parada, vivem por comida e gasolina, certo?)… Ripburger, então chama Ben para uma conversa particular, cheia de segundas intenções, fora do bar, onde comenta sobre seus planos e oferece algum dinheiro para Ben e os Polecats em troca alguns favores… Ben, é claro, recusa, mas acaba caindo em uma cilada: Nestor e Bolus, capangas de Ripburger acertam a cabeça de Ben e o jogam em um latão de lixo, deixando-o lá e informam aos Polecats que Ben teria partido sem eles, pois teria aceitado a proposta de emprego. Ninguém entende nada, porém, partem com Adrian Ripburger e Sr Malcolm, afim de se juntar com Ben.

Bem e Sr Malcolm

Bem e Sr Malcolm

Quando Ben acorda, na lixeira, percebe que todos já tinham partido e que teria que atravessar todo o deserto para descobrir o que estava acontecendo… no decorrer do caminho, após um acidente planejado pelos capangas de Ripburger, Ben conhece Maureen, uma excelente mecânica, que o ajuda a arrumar sua moto. Ben corre contra o tempo para alcançar sua gangue e descobrir os verdadeiros planos de Ripburger.

Antes de reencontrar os Polecats, porém, Ben assiste e não consegue impedir o assassinato de Malcolm Corley pelas mãos de Ripburger. Pouco antes de morrer, Corley revela para Ben os planos do vice-presidente de transformar a companhia em uma fábrica de ônibus e diz que Maureen, a mecânica, é sua única filha e herdeira.

Pego de surpresa, Ben e sua gangue são acusados pelo assassinato de Malcolm, e agora precisa correr para desmascarar Ripburger, salvar Maureen e libertar os Polecats da cadeia. Para isso, cruza o deserto rumo à Corley Motors, enfrentando seus rivais, os rápidos e loucos Vultures, os brutais Rottwheelers e os enigmáticos Cavefish. Assim que chega à empresa, encontra Maureen e, depois de alguns desentendimentos, consegue se explicar e Maureen acaba ajudando-o a recuperar a empresa e tirar Ripburger do poder. Ben salva os Polecats, Ripburger morre e Maureen consegue herdar a empresa do pai, como ele mesmo queria que fosse.

No fim, todos os motoqueiros do game comparecem ao enterro de Malcolm, como uma homenagem ao último grande produtor e motoqueiro apaixonado da Corley Motors.

Gostou da música? Baixe aqui as trilhas gravadas pela banda The Gone Jackals

 

Screenshot_win8Pois é…  tanto o novo “pograminha” da Windows quanto a sua já atualizada versão (8.1, ou Blue, como preferirem), é um sistema bastante leve, que realmente me surpreendeu… surpreendeu tanto, que resolvi testá-lo em um Netbook, que todos sabemos, tem a resolução de tela 1024×600… mas… pára tuto!! Porque testar numa resolução dessa? Simples… queria ver quais programas da interface Metro funcionariam, e para minha não nova surpresa, nenhum funcionou… nem o email!!! … #JogaTutoFora!

Calma gente… tudo tem solução… fuçadinha daqui… outra dali, descobri a velha chave do programa Regedit, também conhecido por SIBETIBILFAHA (“Sistema Bonitinho de Enganar o Tio Bill e os Fabricantes de Hardware”)… a “correção” é bem simples, mas tem que ser feita com bastante atenção… demora aproximadamente 2 minutos 😉 vamos lá:

Vá no Iniciar -> Executar … ops… não tem isso no 8 né… rsrs… vou corrigir… pressione:

Tecla do Windows + R

Digite: “regedit” (sem as aspas) e pressione Enter

… encontre as pastas:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control\Class\{4D36E 968-E325-11CE-BFC1-08002BE10318}000

HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control\Class\{4D36E 968-E325-11CE-BFC1-08002BE10318}001

Dentro de uma dessas pastas, vai ter uma entrada tipo “REG_DWORD” chamada “Display1_DownScalingSupported”

Ao localizá-la, dê duplo clique nela e altere o valor de 0 para 1.

Prontinho… agora reinicie seu Super Turbo Power Ultra Mega Nitro Netbook… depois de reiniciar, clique com o botão direito dentro da Área de Trabalho e vá em “Resolução de Tela”… altere a resolução para uma maior e pronto. Use o seu Micosoft 8.1 sem restrições de Hardware =)

Obs.: Também não vale tentar em aparelhos muito antigos, né galera… observem as configurações mínimas para usar o programa e só então instale-o. Eu sou Linux Lover, mas confesso: Gostei desse aqui viu… cheio de firulinhas e nhém nhém nhéns … vamos ver até quando ele me segura rsrs

Use com moderação, ou não.

Matrix.jpgQuem já assistiu Matrix, levante a mão… Pois é… monte a imagem do filme na cabeça: Um hacker invade facilmente uma rede e consegue acesso fácil à contas bancárias, programas de TV, Sistemas elétricos da cidade… enfim, acesso pra tudo que esteja “online”. Fato: Coisa de Filme… ou melhor… não é bem por aí.

A NSA (Agência de Segurança Nacional, na sigla em inglês) antigo fruto de teorias da conspiração, recentemente foi o caso menos escandaloso que envolveu escutas telefônicas em território estadunidense. Mas… como assim “menos escandaloso”? Simples, e conspirador também: ninguém quer que você preste tanta atenção nisso. Tio San.jpgMas a real, é que essa agência tem algo ainda mais poderoso (e de certa forma assustador) na manga:

Trata-se do X-Keyscore, software projetado que diz ser capaz de acessar “praticamente qualquer coisa” em ambiente online.

A existência do programa foi revelada pelo agente da NSA Edward Snowden. Segundo ele, o X-Keyscore é capaz de vasculhar qualquer coisa através da internet — desde que essa coisa se utilize do protocolo HTTP.

Entretanto, embora a agência consiga pescar qualquer coisa do ambiente online, ela não necessariamente o faz… e o Seu Creisson agaranti! Segundo a agência, existe todo um protocolo necessário para se investigar alguém internet a fora: o agente interessado deve entrar com um texto, justificando o expediente… e não dependerá do aval de superiores ou de qualquer outro Zé Ruela, ou mesmo de alguma corte especial. Sim… eu também concordo que isso é bem pouco reconfortante.

RastreamentoConfira os atributos do poderoso X-Keyscore:

 

 

  • Realiza escutas em qualquer telefone — de forma praticamente instantânea —, podendo ainda registrar todo o histórico de emails;
  • Confere em tempo real cada passo que você dá em ambiente online;
  • Lê o email de qualquer um;
  • Monitora conversas no Facebook;
  • Vê praticamente qualquer coisa que você faz na internet; e
  • Obtém os endereços de IP de qualquer site com o protocolo HTTP.

Depois me criticam por usar a DeepWeb rsrs… 

PS.: Não. Eu não tenho esse software para download.

Sou Ráqui