Arquivo da categoria ‘Administração de Empresas’

clip image0102

clip image0102

Como prometido, aqui está a postagem ensinando a todos uma forma real de se ganhar dinheiro com a internet. Sigam exatamente oque está escrito aqui, ou se você for um bom empreendedor, use como idéia para alavancar seus negócios… chega de blábláblá e vamos direto ao assunto… ou quase:

Bom… em primeiro lugar, vamos definir algumas coisas:

  1. Não. Você não precisa se cadastrar em um site específico para ganhar dinheiro na web.
  2. Não. Você não precisa de conhecimentos avançados em informática para ganhar dinheiro na web.
  3. Sim. Se você me pagar qualquer valor, eu te mando mais informações úteis sobre como ganhar mais dinheiro ainda com a internet.

Definidas as “regrinhas”, vamos desvendar o grande segredo de como ganhar dinheiro com a internet… apesar de muitos, no fundo já saberem como tudo funciona…

Em primeiro lugar, o fundamental, indispensável, o ponto inicial de sua futura empreitada: Defina e anote para não esquecer: Quanto dinheiro você quer ganhar? Quais múltiplos você quer usar? R$10,00? R$20,00? R$50,00? R$100,00?? Defina.

Depois de definir o seu “múltiplo objetivo”, podemos ir direto para as ações iniciais… ou melhor, para a ação inicial… neste ponto, vamos usar algum serviço que você já tenha, ou seja, vamos usar o seu Facebook, Twitter, Instagram, WordPress (…) enfim, qualquer serviço que você possa criar uma postagem para as pessoas verem… pra ajudar, vou dar um exemplo que vocês podem copiar. Usando o Twitter, meus contatos verão a seguinte twitada:

@ca_faria: Vou ficar rico. Para tanto, preciso de uma #enxada. Pago até R$50,00 por uma em bom estado de conservação, já encabada.

Está feita a magia. Agora vem a estrutura por trás de tudo. Esta estrutura é o que vai fazer a coisa rodar, te fazer feliz:

Depois da postagem, compre a enxada em bom estado que te oferecerem, e crie um novo anúncio, desta vez oferecendo o seu serviço de capinar um lote. Pronto! Se você pagou 50 reais na enxada e cobrar 50 reais pra carpir um lote, no seu primeiro serviço você já paga o investimento… tudo o que vier depois, é lucro 😉 não é incrivelmente fácil?

Segredo revelado! Agora é ostentar e partir pro abraço =)

Quem nunca ouviu desde pequeno a famosa frase: “Você não pode ter tudo sempre!”? Pois é… além de fazer as crianças entenderem que é complicado ter tudo sempre que quiserem, essa regra serve para o mundo corporativo, e há explicações simples sobre essa regra que, depois de conhecer processos de programação/fabricação, custos e qualidade, vou citar aqui no texto.

Escolha apenas 2 (duas) opções na pirâmide:Imagem

Normalmente, as combinações mais comuns do mercado: Preço + Tempo, que gera um produto sem qualidade ou Qualidade + Tempo, que gera um produto com preço maior.

Em outras palavras, para fazer um produto com rapidez (menor tempo) e preço baixo, não podemos ter o custo da qualidade (pesquisas, medições, ensaios, testes, etc.) embutido nele… por outro lado, ao optar por produzir algo de qualidade com rapidez, precisamos investir em tecnologias, novas formas de fabricação, inspeções, ensaios, enfim, uma série de custos à serem incorporados no preço final do produto.

Se a opção for vender um produto de qualidade com um preço baixo, considere um grande sacrifício no retorno financeiro do mesmo, uma vez que o tempo de retorno do investimento pode demorar… e em um mercado que permanece em guerra pela preferência do consumidor, pouquíssimas empresas optam por essa estratégia, afinal, investir em qualidade é caro, manter a qualidade é caro… investir em qualidade e manter a qualidade em um produto com preço baixo, parece loucura. Porém é possível…

Contudo, se uma empresa oferecer um produto que diz ser de qualidade com preço baixo e rápido para ser produzido e/ou encontrado no mercado, duvide: em 99,9% dos casos isso não é verdade, e o consumidor só vai descobrir isso quando não há mais soluções.

Comercialmente falando, as vendas são realizadas quando um produto e uma empresa se encaixam nos anseios e circunstâncias do consumidor, ou seja: alguém pode ser cliente assíduo de uma loja e ir a outra simplesmente por estar mais perto, mesmo que seja mais cara e menos confortável.

Na compra de um produto, qualquer que seja ele, oque o consumidor precisa saber é oque a empresa oferece de melhor: Qualidade, Preço ou Rapidez? Lembre-se: Se for Qualidade, o preço pode ser maior ou o produto pode demorar… se for Preço, pode ser um produto de qualidade baixa, porém fácil de ser encontrado… enfim, abrir mão das coisas faz parte da vida praticamente desde criança. As pessoas aprenderam a conviver com isso e estão dispostas a pagar mais ou menos dependendo do que está em jogo. Mas não pagarão por algo que elas não acreditam.

Atualmente, a certificação ISO se tornou uma necessidade… um pré-requisito para contratação de um serviço ou compra de um produto. Porém, independente da versão do certificado (ISO9000, ISO14000, OSHAS, etc…), as principais dúvidas “da empresa”, digamos assim, são sempre as mesmas. Por isso, separei algumas questões que respondem grande parte destas dúvidas:

1. O Certificado ISO vence?
Sim. Os certificados ISO tem validade de 3 anos a contar da data da auditoria de certificação. Durante estes 3 anos de certificado válido, são realizadas auditorias de manutenção, que servem para verificar e validar o certificado. Estas auditorias são feitas pelos respectivos organismos de certificação e podem ser semestrais ou anuais, dependendo do seu contrato. Vale ressaltar que a manutenção da certificação ISO fica condicionada aos resultados das avaliações periódicas.

2. Por que as empresas buscam a certificação ISO?
Como já disse no começo deste debate, atualmente, com o elevado grau de concorrência no mercado, uma série de normas (ISO 9000, ISO 14000, OHSAS 18000 e SA 8000) são impostas tanto para quem vende quanto para quem compra os produtos/serviços. Para se manter saudável perante determinados mercados, as empresas precisam buscar sistemas (certificação ISO) que garantam a evidência que a mesma está atendendo os requisitos internacionais em qualidade, meio ambiente e/ou responsabilidade social.
Algumas normas de certificação ISO (ISO 9001 qualidade, ISO 14001 ambiental, OHSAS 18001 segurança e saúde no trabalho e SA 8000 responsabilidade social) são exigidas pelas empresas e são fatores de decisão na hora da escolha de determinado fornecedor ou parceiro.

3. Quais são os PROCEDIMENTOS obrigatórios para certificação ISO 9001?
São 6 procedimentos obrigatórios para se obter uma certificação ISO:

– Controle de Documentos (item 4.2.3)
– Controle de registros (item 4.2.4)
– Auditoria Interna (item 8.2.2)
– Controle de Produto Não Conforme (item 8.3)
– Ação corretiva (item 8.5.2)
– Ação Preventiva (item 8.5.3)

4. Quais são os REGISTROS obrigatórios para certificação ISO 9001?
São 19 registros obrigatórios para certificação ISO (esta quantidade pode variar de acordo com o segmento da organização, ou seja, algum item pode não ser aplicável ao segmento da organização):

– Análise crítica da Direção (item 5.6.1)
– Educação, treinamento, habilidade e experiência (item 6.2.2 e)
– Planejamento da realização do produto (item 7.1 d)
– Análise crítica dos requisitos relacionados ao produto (item 7.2.2)
– Entradas de projeto e desenvolvimento (item 7.3.2)
– Análise crítica de projeto e desenvolvimento (item 7.3.4)
– Verificação de projeto e desenvolvimento (item 7.3.5)
– Validação de projeto e desenvolvimento (item 7.3.6)
– Controle de alterações de projeto e desenvolvimento (item 7.3.7)
– Avaliação de fornecedor (item 7.4.1)
– Validação dos processos de produção e prestação de serviço (item 7.5.2 d)
– Identificação e rastreabilidade (item 7.5.3)
– Propriedade do cliente (item 7.5.4)
– Controle de dispositivos de medição e monitoramento (item 7.6)
– Auditoria interna (item 8.2.2)
– Medição e monitoramento de produto (item 8.2.4)
– Controle de produto não-conforme (item 8.3)
– Ação corretiva (item 8.5.2 e)
– Ação preventiva (item 8.5.3 d)

5. Uma empresa pode “perder” a certificação ISO?
Sim, ela pode “perder” a certificação ISO… é só NÃO manter o seu sistema certificado conforme estabelecido nas diretrizes da Norma utilizada como referência ou sua documentação, durante o prazo de validade do certificado ou a cada auditoria periódica. Por isto É NECESSÁRIO manter atualizado o Sistema implementado na Organização, seguindo corretamente suas diretrizes e prazos, para assim não “perder” a certificação ISO.

6. Quem certifica a empresa que faz a certificação?
Os Organismos certificadores de Sistemas (OCS), que fazem a Certificação ISO (ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001, SA 8000, dentre outros) também são auditados periodicamente, afim de medir a sua capacidade de fornecer um certificado. No Brasil, o INMETRO é o organismo responsável por auditar estas certificadoras.

7. Quantos certificados existem no Brasil e no mundo de ISO 9001 Qualidade?
O site da INMETRO (www.inmetro.gov.br/gestao9000) tem a relação completa, atualizada constantemente.

8. Quantos certificados existem no Brasil e no mundo de ISO 14001 Ambiental?
Consulte no site do INMETRO – http://www.inmetro.gov.br/gestao14001

9. Quantos certificados existem no Brasil e no mundo de SA 8000 Responsabilidade Social?
Consulte no site SAI – http://www.sa-intl.org

10. Quais são os organismos certificadores (Certificação ISO) das normas ISO 9001 e ISO 14001?
Consulte no site do INMETRO – http://www.inmetro.gov.br/organismos

Espero ter tirado algumas dúvidas referentes ao assunto… e, lógico, espero conseguir mais informações importantes e interessantes sobre o assunto…