..: Linguagens de Programação: Ultrapassada x Antiga :..

Publicado: 21 de agosto de 2012 em Programação
Tags:, , , , ,

Respondendo um comentário do Hamilton, leitor do blog, me deparei com dois termos: Linguagem Ultrapassada e Linguagem Antiga… alguém saberia responder qual a diferença, quais os prós e os contras? Vamos lá…

Existem linguagens de programação (LPs) diversas para (atrapalhar a vida) ajudar o programador a resolver problemas relacionados à tecnologia da informação. Cada uma tem pontos fortes e fracos e segue determinado paradigma. No fundo, é tudo a mesma mer.. coisa.

Lembrando que não existe a “melhor LP”, a mais adequada seria  “aquela que não é ultrapassada”. Mas oque é uma LP ultrapassada?

Em primeiro lugar, ULTRAPASSADA não é velha. Linguagens de programação não são, necessariamente, velhas… Toda LP depende de um intérprete ou de um compilador, que converte a linguagem em código de máquina. No caso do intérprete, além dessa tarefa há ainda a execução do código. A linguagem ultrapassada usa paradigmas antigos, ou conceitos (hoje) considerados arcaicos…. em outras palavras:

Linguagem ultrapassada é toda aquela que deixou de ter suporte adequado dos compiladores e intérpretes.

Quer um exemplo prático? A linguagem C… é velha, complicada, mas não ultrapassada. Ainda hoje, o C conta com compiladores atualizados para todas as plataformas disponíveis no mercado… E é uma LP com 41 anos de idade!!!

Por outro lado, o Clipper não conta mais com o suporte, nem atualização, nem uso… e isso inclui linguagens como FoxBase, FoxPro, GWBasic, e tantas outras cujos compiladores e/ou intérpretes deixaram de ser atualizados por seus fabricantes.

PERIGO:
A afirmação “(…) minha empresa usa software escrito em linguagem ultrapassada. Vou atualizá-lo para uma linguagem que ainda esteja no mercado(…)” é extremamente perigosa!!!
Antes de qualquer tipo de atitude, avalie junto com sua equipe a necessidade da atualização… muitas vezes (99% delas, eu diria), o custo-benefício de se reescrever um programa inteiro torna-se totalmente inviável… por um lado, pela dificuldade de se “criar novamente” um programa que já estava funcionando e sem Bugs (o funcionamento do prog também é de se avaliar)… por outro lado, a dor de cabeça que pode ser evitada com perdas de dados na migração.
Muitas empresas hoje, possuem softwares que ainda funcionam em linguagens ultrapassadas. Isso é sintomático com relação ao ciclo de vida do programa, ou seja: a falta de planejamento durante o desenvolvimento levou o software a ter um ciclo de vida superior ao que deveria.

Nenhum software é eterno.

É importante ter um ciclo de vida bem definido quando criar um software, justamente para que ele não se torne o legado que tem “vida própria”, ou seja, um software cujo ciclo de manutenção é interminável e cuja adição de novas características/funcionalidades apenas se torna mais complicada com o passar dos anos.

O ciclo de vida de um produto faz parte do planejamento de desenvolvimento e precisa ser levado em conta para que o software seja continuamente atualizado (olhe para seu Windows e reflita bastante). Há plataformas tecnológicas atuais que são praticamente impossíveis de serem utilizadas com software escritos em linguagens ultrapassadas. Sistemas que trabalham com a nota fiscal eletrônica não tem como ser implementados em linguagens como FoxBase pelo simples fato da linguagem ter surgido na era paleolítica do mimeógrafo e não ter qualquer suporte à comunicação de rede.

Mas o programa resolve o meu problema

Será? E quanto aos ajustes ou sistemas operacionais nos quais você pode usá-lo? O melhor EXEMPLO é a migração de aplicações para ambientes de 64 bits da Microsoft: São comuns aplicações que (ou) param de funcionar completamente ou funcionam meia boca, mesmo com toda a camada de compatibilidade existente.

A questão, então, não é sempre usar o que há de mais moderno, mas tomar MUITO cuidado com a diferença entre “ultrapassado” e “antigo”. Na Tecnologia da Informação, tudo aquilo cujo ciclo de vida estendeu-se de maneira descontrolada e sem planejamento adequado, é ultrapassado e pode se tornar perigoso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s